Flexibilização das atividades econômica pode ajudar a salvar muitas empresas

Flexibilização das atividades econômica pode ajudar a salvar muitas empresas

Com a pandemia do Novo Coronavírus, muitos setores do mercado tiveram que paralisar as suas atividades e infelizmente demitir funcionários, em alguns casos, empresas tiveram que fechar as portas.

A doença parece não ter fim e cada vez mais avança e, os números divulgados diariamente pelo Ministério da Saúde sempre tem um recorde a cada 24h.

O Brasil, assim como outras grandes nações, está acompanhando as brigas em torno da doença e da atividade econômica e, um novo vilão, além do vírus, já está assombrando o mundo todo, o desemprego.

Leia também;

No Brasil, o Governo federal anunciou uma série de medidas para tentar barrar esse desemprego que mais tarde ou mais cedo virá e, medidas como a suspensão temporária do contrato de trabalho e até mesmo um acordo amigável de redução de salário estão sendo usadas.

Atualmente, segundo o site do próprio Governo Federal, mais de 3 milhões de empregos já foram preservados com essas medidas. Mas na contramão o número de empresas que não tem uma renda para manter o funcionário, mesmo que sem salário, também vem crescendo.

Após queda em indústria e serviços, comércio vai salvar novembro ...

A grande expectativa dos empresários e da população é quando a atividade econômica vai ser flexibilizada e quando as empresas vão poder voltar a funcionar.

Em alguns estados, já há uma flexibilização da atividade econômica, os estados do Sul do país já voltaram as suas atividades, claro que, com uma medida muito rígida de distanciamento social.

Isso poderá te ajudar também;

Em algumas cidades, o uso de mascaras, é obrigatório dentro dos comércios e empresas, as empresas que optarem por voltarem a funcionar, precisa oferecer álcool gel na entrada e na saída, além de limitar o número de pessoas dentro dos estabelecimentos.

Na maior cidade do Brasil, em São Paulo, ainda não há um plano de flexibilização do mercado financeiro. A população e os comerciantes aguardam insistentemente por uma alternativa que de para voltar a gerar renda.

Sindicomércio protocola ofício na PMU requerendo entrada ...

Em São Paulo, a partir da data de publicação desta matéria, o uso de mascaras para a ser obrigatório dentro de aplicativos de taxis, metros e ônibus.  O Governo, estuda expandir para mais setores, para daí sim, começar a flexibilização da economia.

Ainda não da para estimar uma data de abertura total do mercado financeiro, porque especialistas e infectologistas já afirmaram que a doença só terá cura por intermédio de uma vacina.