Como as empresas estão se adaptando com a COVID-19

Bom, não é novidade para ninguém que uma nova pandemia está tomando conta do mundo, o COVID 19 ou mais popularmente chamado de CORONAVIRUS esta se espalhando para todo o mundo e, algumas medidas distintas e até mesmo radicais como, a proibição de circulação de pessoas nas ruas, foram tomadas por chefes de estados.

A muitas incertezas sobre o avanço do vírus e, aqui no Brasil não é diferente. O ministério da saúde pediu para aos organizadores de eventos que cancelem ou atrasem os eventos e orientou a população a não se aglomerar e evitar lugares populares como parques, cinemas, eventos e/ou lugares com mais de 100 pessoas. O Ministério da Educação, com intermédio dos governadores também já determinou a suspensão de aulas em escolas e faculdades.
Embora em muitos países o vírus esteja bastante avançado, no Brasil ainda há um número bem pequeno, calculado com o número da população. Mas, a pergunta é, como ficarão os mercados internos e externos?
Nesse momento, mas empresas têm uma enorme responsabilidade e podem adotar medidas importantes, ou seja, também, para ajudar a combater o avanço do vírus, seja para reeducar os hábitos de higiene como, ofertar trabalhos remotos.
O maior meio de se deslocar até a empresa é feito via metrô ou ônibus e, é onde se encontra o maior risco de contrair o vírus, então, medidas como lavar bem as mãos e os pulsos, cobrir a boca com lenços descartáveis, ou tossir no cotovelo e o uso do álcool em gel é indispensável.
As empresas, também, podem ser um centro de proliferação do vírus, então o papel das empresas é INDISPENSÁVEL e, a saúde e o bem estar dos funcionais devem ser preservados.
Outra medida bastante importante é a oferta de mão de obra remota em alguns cargos. Sabemos que é muito difícil para uma empresa ofertar esse tipo de trabalho porque, industrias e fábricas necessitam de maquinários, mas há muitos cargos em outros setores que podem ser feitos remotamente e, se sua empresa tem essa facilidade o ideal é seguir essas orientações.
Na China, onde surgiu o vírus, empresas ofertaram a possibilidade de trabalho remoto para que não haja a paralisação total dos trabalhos, sendo que, a população foi proibida de sair às ruas.

Um funcionário foi diagnosticado, como devo prosseguir?

Em caso da confirmação de um caso de COVID-19 no ambiente de trabalho, o empregador ou a equipe de rh deve IMEDIATAMENTE procurar as autoridades de saúde e seguir o protocolo exigido para essas circunstâncias.
Todas essas políticas devem ser comunicadas de maneira transparente e clara a todos os colaboradores, sem expor o funcionário doente e preservando sua identidade. Uma alternativa é criar um canal com a área de Recursos Humanos que garanta a privacidade de eventuais pacientes.
Caso haja uma gravidade maior no Brasil o que fazer?
As empresas devem traçar cenários possíveis e delinear atitudes a serem adotadas, sempre pensando nas pessoas e na manutenção da operação da empresa. Devem receber atenção especial setores como financeiros e recursos humanos, lembre-se de ser sempre TRANSPARENTE com seus funcionários.
Empresas que atendem consumidores diretos e pessoalmente devem avaliar a segurança de suas instalações que recebem clientes a fim de evitar a propagação do vírus. Recomenda-se avaliar também as políticas para o eventual cancelamento das atividades fornecidas, como atendimento em balcão, eventos e viagens.
É importante enfatizar que qualquer atitude deve ser adotada com base nas recomendações das autoridades de Saúde da sua cidade, Estado ou país e, como já foi explicado anteriormente, o Brasil ainda há um número pequeno de contaminados então, as atitudes tomadas erradas podem influenciar no andamento financeiro de sua empresa.

Como está sendo combatido o CORONAVIRUS?
O Combate maior ao vírus e frear a sua proliferação, no momento todos os países com casos confirmados e não confirmados tomaram esta decisão.
Nas unidades de saúde estão sendo usados tratamentos parecidos com a da influenza, que tem os mesmos sintomas do CORONAVIRUS.
Cientistas de alguns países, inclusive do BRASIL estão trabalhando para desenvolver uma vacina para combater o vírus e, falando a nível nacional, os nossos cientistas começarão a fazer testes em animais para depois começarem a testar em seres humanos, mas, tudo para meses seguintes.
Sejam quais forem as conclusões, é válido aproveitar o atual momento para tirar alguns aprendizados e fazer a gestão de crise de sua empresa:
Melhorar e avaliar políticas de trabalho de casa (ou remoto);
Aprimorar a infraestrutura tecnológica para o trabalho remoto (equipamentos e sistemas para reuniões virtuais, ferramentas de colaboração, entre outros);
Avaliar de maneira mais criteriosa as necessidades de viagem, aumentando a produtividade e reduzindo custos;
Planejar-se com antecedência para cenários de crise que impactam a operação do negócio;
Respeitar e seguir informações técnicas oficiais, fazendo consultas aos órgãos responsáveis diante de qualquer situação atípica que requeira orientação de um profissional da área.